CONGRESSO DE MENDES: UMA PROPOSTA DE PROFESSORES

Estarei apresentando nos próximos artigos uma proposta Educacional elaborada por professores regentes - delegados eleitos nas diversas Unidades escolares do Estado do Rio de Janeiro, que participaram do Congresso de Mendes nos dias 10, 11 e 12 de dezembro de 1999. Esta proposta foi ignorada pelo Governo Garotinho, em favor de uma proposta neo-liberal feita em Gabinete intitula "Nova escola". Cabe-me com Delegado Eleito e membro da Mesa Diretora expor ao Brasil e ao Mundo as arbitrariedades do Governo do estado do Rio de Janeiro com relação às deliberação do Congresso de Mendes - RJ, principalmente quando falasse em uma possível candidatura do Governador Garotinho à presidência da república 2002.

1. Introdução:

"Sempre há o que aprender, ouvindo vivendo e sobretudo, trabalhando, mas só aprende quem se dispõe a rever as suas certezas." Darcy Ribeiro

"Enquanto ensino, continuo buscando, reprocurando. Ensino porque busco, porque indaguei, porque indago e me indago. Pesquiso para conhecer o que ainda não conheço e comunicar e anunciar a novidade." Paulo Freire.

"O documento conceitual da Secretaria de Estado de Educação traz como mote a relação sucesso/transformação. Cabem algumas indagações: sob a nossa ótica transformar significa mudar estruturas. Para transformar é necessário abalar alicerces e romper com fundamentos. Não podemos esquecer que a escola é parte integrante do tecido social. Estará o atual governo disposto a abalar as atuais estruturas econômico-político-sociais que permitirão conjugar na sua verdadeira acepção o verbo transformar?

Para operar transformação é necessário coragem, vontade política e poder. Terá a Secretaria de Educação coragem para enfrentar as forças políticas conservadoras e satisfeitas com o atual estado de coisas? Terá vontade política para levar adiante as propostas tiradas desta Conferência e do próximo Congresso estadual de Educação e, por fim, terá poder político para implementá-las ? Foi com estas dúvidas e apreensões e, apesar delas, que levamos adiante nosso trabalho na esperança, sempre na esperança de que dessa vez nossos esforços não sejam infrutíferos.

Sendo assim, passamos a expor as conclusões tiradas pelos delegados regionais eleitos, presentes à 1a Conferência Estadual de Educação, realizada nos dias 10, 11 e 12 de dezembro de 1999, no Município de Mendes/RJ, respeitando-se os Eixos Integradores do Documento original."

© Copyright 2001 - Prof. Vanderlei de Barros Rosas - Professor de Filosofia e Teologia. Bacharel e Licenciado em Filosofia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro; Bacharel em teologia pelo Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil; Pós-graduado em Missiologia pelo Centro Evangélico de Missões; Pós-graduado em educação religiosa pelo Instituto Batista de Educação religiosa.


Pesquise abaixo sobre filosofia:

Elaborado e Idealizado por Rosana Madjarof — Mantido por Carlos Duarte