Realidade Natural e Realidade Histórico-Social Como Conhecimento Filosófico

A realidade natural é o mundo das coisas, esse mundo das coisas é dividido em objetivo e subjetivo, ter objetividade em alguma coisa é acreditar que tal objeto ou pensamento são de certa forma verdadeiro é acreditar em uma realidade, mais também podemos não acreditar na realidade assim como ela é, isso nos torna subjetivos, não acreditar na realidade em nossa volta não de forma cética, mais realmente ter uma percepção da realidade muito subjetiva, incapaz de ver as coisas como realmente são. Logo á realidade natural está ligada á realidade histórico-social, o mundo do homem, onde o homem é o principal ator em uma sociedade. Quando o homem vive em uma sociedade naturalmente está ligado á coisas, pessoas e etc. A realidade histórico-social pode nos proporcionar uma realidade objetiva e uma realidade subjetiva, somente o conhecimento nos proporciona algo objetivo, algo que podemos realmente acreditar, e subjetivo é o duvidoso, ilusório, não conseguimos ver á realidade verdadeira.

O mundo dos homens é um cenário circundante em que á objetividade e a subjetividade estão ligadas na vida cotidiana. Como acreditar que um objeto, ou até mesmo o meu pensamento é objetivo, é verdadeiro, automaticamente estou sendo subjetivo por que não estou vendo á realidade como é.o conhecimento filosófico é que nós da respostas para o subjetivo e objetivo,quando á realidade natural e histórico-social não consegue responder minhas crises do pensamento,nesse ponto em que entra a filosofia. Mais fica á pergunta para que filosofia. A filosofia é a ciência que explica á duvida até da ciência, “é o conhecimento do conhecimento”, no nosso ponto de duvida á ciência da filosofia através do conhecimento mostra á realidade como ela é, mais o que é realidade, Realidade é tudo aquilo racional, verdadeiro e cientifico, pelo qual o homem prova através do saber. Logo o conhecimento está ligado ao mundo dos homens,realidade histórico-social que é o “motor” que faz com que pensamos,agimos,perguntamos,duvidamos e etc. realidade natural é a duvida da real existência da realidade em si, e a realidade histórico-social é o conhecimento do homem sobre a realidade, as coisas nesses dois pontos encontramos uma barreira entre a existência do real ou não, ou se percebemos como realmente é a realidade. Platão afirmava que não percebemos a realidade como tal é, que apenas criamos tal realidade, e não vemos como é em si.

Para entendermos então á real realidade ao nosso redor começamos a indagar o que é como é, por que é, tudo atribuído á idéias, valores, coisas, etc. por que mantemos relações com o mundo circundante,e essa relação gera nossas indagações cotidianas,logo é a nossa realidade natural e histórico-social,(sociedade).

Portanto nossa realidade natural e histórico-social, cria ao homem um pensamento sistemático, um conjunto de idéias sobre nossas realidades existentes em nosso cotidiano que naturalmente gera nossas duvidas. Que somente á filosofia conhece, pois nesse ponto que tal se manifesta, nãos “crises do pensamento”, são momentos que nosso intelecto não encontra respostas.

Diego Humbelino Duarte
Idade: 19 anos
Curso: Direito, 3 períodos pelo Centro Universitário Luterano de Manaus.
E-mail: diego_duarte15@hotmail.com


Pesquise abaixo sobre filosofia:

Elaborado e Idealizado por Rosana Madjarof — Mantido por Carlos Duarte