MundMundo dos Filósofos dos FilósofMundo dos Filósofoss

Dependência Virtual???

Dependência Virtual??? DEPENDÊNCIA-VIRTUAL Dependência Virtual???

Dependência é ter necessidade do outro, ou de algo. A comunicação carece da dependência. Podem existir palavras, mensagens e alguém que as transmita, mas não havendo quem as receba... o ciclo perde a completude.

Diz o Direito que ninguém se escusa de cumprir a lei, alegando que não a conhece[1]. Isto é uma ficção necessária para a vida das normas jurídicas, mas absurda no mundo das informações. Assim, quem não recebeu uma informação, não a conhece, porque não ocorreu a comunicação. Óbvio não?...

Parece, mas creio que nem tanto, pois os horrores da Internet (não os nomearei) são tantos, tão evidentes.... E nós, que queremos outras coisas, o que fazer além de denunciar?

Concluo que nossa responsabilidade maior é explicitar o que consideramos vital. Escrevo estas linhaspara elencar as idéias vitais para fazer daInternetum espaçopara a construção de uma nova ordem planetária. Estas idéias[2] devem ser reprisadas, cotidianamente, de todas as formas, para que se tornem parte de nosso ser virtual.

A primeira idéia (acima já esboçada), é a interdependência. Diferente da mera dependência, a “Inter” fala de uma dependência recíproca entre o emissor/receptor e o receptor/emissor. Um depende do outro, não existe sem o outro. Deve, pois, ter toda a consideração por todos os outros. Já que eles é que fazem nascer a existência presente.

Dizem os budistas que o universo como um todo é interdependente. Tudo está ligado, se mexermos num bambu na China, a seringueira da Floresta Amazônica sentirá. Desta idéia parte-se para a noção de compaixão e responsabilidade universal. Não estamos sozinhos, estamos todos na mesma nave virtual.

Estarmos todos juntos, dependendo uns dos outros, pode significar nada, ou pode propiciar-nos uma mudança. Tudo depende do nosso olhar.Para treiná-lo, o primeiro passo é abrir os olhos e adquirir esta consciência.

A consciência da interdependência. A ajuda mútua interplanetária “on line”....

“Não há saídas, só ruas, viadutos, avenidas.” (Régis Bonvicino)

Guilherme Assis de Almeida é advogado, doutorando em Filosofia do Direito pela USP e Professor Universitário.


Artigo 3 Lei de Introdução ao Código Civil

Remeto o leitor ao meu texto que diferencia Idéia e Conceito

Compre seus livros sem sair de casa!

Basta clicar no banner... segurança e comodidade para você!

Você é o visitante neste novo endereço

FastCounter by bCentral

Página elaborada em 12.10.2000

© Copyright 1997 By Rosana's Art Designer